Centro Vianei de Educação Popular

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Evento internacional

E-mail Imprimir
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 
  1º. Seminário de Agroecologia da América do Sul
TRABALHO DO PROJETO CARBONO SOCIAL EM REDE FOI APRESENTADO EM EVENTO INTERNACIONAL  

O trabalho ambiental e social que está sendo realizado desde 2012 pelo projeto Carbono Social em Rede no território indígena LaKlãNõ (no município de José Boiteaux, na região do Alto  Vale do Itajaí) foi apresentado na última  semana em evento internacional,  realizado na cidade de Dourados (MS).  
Fruto dos resultados obtidos pelo projeto  junto àquelas comunidades, que envolvem 18 diferentes comunidades de índios das tribos Xocleng e Guarani, com cerca de 100 famílias e aproximadamente dois mil indivíduos, foi produzido o artigo científico:  “O Povo que Caminha Sob o Sol: A Experiência do Projeto Carbono Social em Rede no Território Indígena Laklãnõ”, de autoria do agrônomo José Luís Carraro (coordenador geral do projeto), Henrique Pocai e Zilma Isabel Peixer.

Com patrocínio da Petrobrás, o projeto Carbono Social em Rede trabalha junto com aquelas comunidades indígenas no plantio de mudas de árvores em 50 hectares de áreas degradadas daquelas aldeias (já foram plantadas pelo projeto 40 mil mudas – algumas delas já com dois anos de idade e em franco desenvolvimento). Além disso, os técnicos do projeto também trabalham junto às crianças da aldeia, nas suas escolas, com questões relacionadas ao meio ambiente e sustentabilidade, envolvendo ainda a participação das respectivas famílias na preservação dos recursos naturais, costumes e valores culturais.

O artigo científico foi  apresentado durante o 1º. Seminário de Agroecologia da América do Sul, 5º Seminário de Agroecologia do Mato Grosso do Sul, 4º Encontro de Agricultores Agroecológicos do Mato Grosso do Sul e 1º Seminário de Sistemas Agroflorestais em Bases Agroecológicas do Mato Grosso do Sul. O evento aconteceu  entre os dias 19 a 21 de novembro. “Para nós, foi  um motivo de satisfação integrar a programação de eventos tão importantes, apresentando nosso trabalho e experiência no Brasil Central”, explicou José Luís Carraro. “Esperamos que possamos trazer de lá novos conhecimentos e também contribuir com as pessoas que irão para lá de vários países e  estados do Brasil”, argumentou.