Centro Vianei de Educação Popular

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Associação das Mulheres do Cruzeirinho executam projeto de estruturação produtiva agroecológica.

E-mail Imprimir
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 
 Cruzeirinho
A Associação das Mulheres do Cruzeirinho, município de Cerro Negro (SC), desde o mês de agosto de 2015 executa um projeto voltado a estruturação de unidades produtivas agroecológicas de 10 famílias de mulheres agricultoras ecologistas. O recurso para viabilizar o projeto foi fruto da parceria entre o Fundo Casa e o Fundosocioambiental da Caixa Econômica Federal através da Chamada Pública 001/2015 – Fortalecimento de comunidades na busca pela sustentabilidade. A proposta foi assessorada pelo Centro Vianei de Educação Popular através do projeto “Trabalho de base na Agricultura Familiar Agroecológica do Território Serra Catarinense, conjugado com incidência política em Segurança Alimentar e Nutricional”, financiado pela Misereor. 
As mulheres trabalhadoras rurais foram beneficiadas com a implantação de 10 estufas tipo túnel alto com sistema de irrigação por gotejamento, gerar adubo através da gestão comunitária de resíduos orgânicos, microtrator, mudas de fruteiras para compor quintais agroflorestais e assessoria técnica de um agrônomo. O objetivo do projeto é qualificar o processo produtivo das unidades familiares agroecológicas em situação de vulnerabilidade econômica e social, para garantir a segurança alimentar e nutricional através da produção para subsistência e de excedentes para comercialização em mercados de cadeia curta.
Foram implantadas até o momento 9 estufas tipo túnel alto (FIGURA 1) que já estam contribuindo para o abastecimento de alimentos saudáveis a merenda escolar de Cerro Negro. As mulheres já contam também com o emprego do microtrator (FIGURA 2) para otimizar as operações de preparação e manejo agroecológico solo, e já estão utizando adubo orgânico produzido através de compostagens (FIGURA 3).
As próximas atividades previstas são finalizar a instalação dos sistemas de irrigação por gotejamento e implantar as mudas de fruteiras numa composição agroflorestal. A previsão é que até o final do mês de julho de 2016 todas as atividades deverão ser finalizadas. 

RICARDO BRASIL SEVERINO
ASSESSOR TÉCNICO DO CENTRO VIANEI DE EDUCAÇÃO POPULAR