Centro Vianei de Educação Popular

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Retrospectiva 2016 Projeto MISEREOR em Rede

E-mail Imprimir
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 
Algumas das atividades desenvolvidas em 2016. 
 
1) Consumidores capacitados tornam-se ativos nas dinâmicas locais e regionais de abastecimento agroecológico.
O objetivo dessa atividade, que foi realizada durante os meses  de Fevereiro a Setembro de 2016, é o de realizar o mapeamento dos consumidores nas Feiras Agroecológicas da região da Serra Catarinense, nas cidades de, Anita Garibaldi, Correia Pinto, Bom Retiro, Cerro Negro, Curitibanos, Lages, Otacilio Costa, Urubici.
Com grande envolvimento dos agricultores e da comunidade em geral, foram aplicados questionários junto aos consumidores com o foco em abitos alimentares e perfil de compras, mapeando, dessa maneira, os gargalos no abastecimento e do acesso a produtos agroecológicos junto ao consumidor da região.  
Durante o periodo foram envolvidas nessa atividade, entre consumidores e agricultores, aproximadamente 200 pessoas. Os resultados dessa pesquisa norteiam as ações do projeto junto aos consumidores de agora em diante. 

Algumas das atividades de mapeamento e identificação, aconteceram junto aos beneficiários de políticas publicas como o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), e também junto a Feira de Economia Solidária da Incubadora de Economia Solidária (ITCP).  

A Feira de Economia Solidária de Lages, conta com a participação de agricultores(a) e artesões(a), sendo realizada quinzenalmente, no terminal urbano de Lages.

Durante o período a feira foi fortalecida com a participação do Grupo Campina Verde de Agricultores Agroecológicos de Correia Pinto. 
 
 
 
2)  Consumidores capacitados tornam-se ativos nas dinâmicas locais e regionais de abastecimento agroecológico.

Objetivo geral das atividades de capacitação é o de trazer a luz os conceitos em torno da agroecologia, e fortalecer a agrosociobiodiversidade regional.
Dando ênfase no abastecimento e consumo consciêntes e no fomento à Empreendimentos (rurais e urbanos) de Economia Solidária (EES).
As atividades de capacitação de coprodutores (consumidores conscientes), se deram atraves de rodas de conversa, oficinas, seminários e palestras. Onde assuntos sobre, alimentação, agroecologia, certificação, perfil de compra e consumo, gestão de residuos sólidos, economia solidária, políticas publicas, segurança alimentar, dentre outros, foram abordados e discutidos amplamente.
O objetivo maior, é a tomada de consciência a respeito de padrões de consumo alimentar e de compras e seus impactos no ambiente, na saúde, na segurança alimentar,  buscando a formação organizada de células de consumo consciente e responsável.
- Foram realizadas atividades de capacitação de consumidores
e de assessoria a grupos de consumo formados ou em processo de formação.
Totalizando mais de 20 atividades envolvendo uma média de 300 pessoas, no período de outubro á dezembro de 2016.
As atividades de capacitação seguem acontecendo durante todo o ano de 2017. 
 
Retrospectiva 2016 - 3Retrospectiva 2016 - 3Retrospectiva 2016 - 3Retrospectiva 2016 - 3Retrospectiva 2016 - 3Retrospectiva 2016 - 3Retrospectiva 2016 - 3Retrospectiva 2016 - 3Retrospectiva 2016 - 3Retrospectiva 2016 - 3Retrospectiva 2016 - 3Retrospectiva 2016 - 3
 
 
3)  Intercâmbio territorial entre coprodutores, organizações de abastecimento, comércio, produção agroecológica e acadêmicos; 
Objetivo geral da atividade  é a aproximação do consumidor com o produtor.
Promovendo a sociabilização do conhecimento, ampliando a perspectiva de o alimento estar integrado a paisagem, biodiversidade e as tradições.
O Projeto Misereor em Rede realizou intercâmbios na região da Serra Catarinense, levando os consumidores à visitas em unidades produtivas e  feiras agroecológicas. Essa atividade teve inicio no mês de setembro.
Destacamos o intercâmbio na cidade de Curitibanos, em atividade conjunta com a Rede Catarina Slow Food, com oficina gastronômica de pratos a base de pinhão. 
Intercâmbio entre consumidores e produtores na cidade de Anita Garibaldi. 
Intercâmbio entre consumidores e produtores na cidade de Urubici. 
Em todos os intercâmbios, para além dos consumidores convidados, contamos com a presença dos gestores do PAA (programa de aquisição de alimentos) bem como com representantes de algumas das entidades beneficiárias do programa de cada localidade citada. 
Elevando as discuções sobre Segurança Alimentar Nutricional (SAN) , bem como a importância do fortalecimento da sociedade no que se refere ao acesso as politicas publicas. Ponto fundamental que norteia as ações do Projeto Misereor em Rede.
Os intercãmbios entre campo e cidade terão seguimento durante todo o  ano de 2017.
 
 
4) Seminários e Intercâmbios regionais entre entidades parceiras, coprodutores, organizações de abastecimento, comércio, produção agroecológica, entidades executoras e acadêmicas”. 
Nos intercâmbios regionais, nós contamos com um importante diálogo de saberes para além do espaço local.
Objetivo específico é sociabilizar as experiências e promover as estratégias de abastecimento realizadas pelas entidades parceiras e seus colaboradores.
Foram realizados dois (02) intercâmbios regionais, em Palmeiras PR (AS PTA), e em Sananduva RS (CETAP), contando com a participação de 18 pessoas convidadas pelo Centor Vianei de Educação Polpular, sendo eles consumidores e produtores de toda a região da Serra Catarinense. 
Temos a previsão para outros dois Seminários e Intercâmbios regionais entre as entidades  no ano de 2017.