Centro Vianei de Educação Popular

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Governador de SC assume compromissos com Conseas Nacional e Estadual

E-mail Imprimir
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Na última quarta-feira (17), os presidentes do Conselho Nacional e Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), Maria Emília Pacheco e Natal Magnanti, respectivamente, participaram de audiência com o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo.

No encontro foram discutidos diversos assuntos, entre eles a adesão do estado ao Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan), terceirização da alimentação escolar e um plano estadual para o setor.

A presidenta do Consea Nacional, Maria Emília Pacheco, expôs ao governador algumas das medidas necessárias para que Santa Catarina esteja apto a aderir ao Sisan, que tem entre os objetivos a formulação e a implementação de políticas e planos de
segurança alimentar e nutricional.
Maria Emília, que esteve em Santa Catarina para participar do 1º Simpósio sobre Segurança Alimentar e Nutricional, realizado na terça-feira (16), destacou que um fator importante para a adesão ao Sisan é a criação, no âmbito estadual, da Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional, cuja principal função é articular políticas governamentais relacionadas à alimentação.

Já o presidente do Consea-SC, Natal Magnanti, defendeu a elaboração do Plano Estadual de Segurança Alimentar. "Não adianta ter o plano apenas no papel, precisamos de interlocução entre os diferentes setores, com a participação efetiva das pessoas nomeadas pelo Governo do Estado em conjunto com as entidades que integram o conselho", frisa.

Também participaram da reunião Charles Lamb, do Centro de Estudos de Promoção da Agricultura de Grupo (Cepagro), Manuella Machado, do Centro Colaborador de Alimentação e Nutrição do Escolar (Cecane), vinculado à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e o líder do PT na Assembleia Legislativa, deputado Dirceu Dresch.

Os integrantes do Consea também reivindicaram mais incentivos por parte do Governo do Estado às alternativas agroecológicas para os agricultores que estão abandonando a produção de fumo, com o fortalecimento das estruturas de comercialização e o
fomento da pesquisa e extensão focadas na agroecologia.

Outro assunto tratado com o governador foi o fim da terceirização da alimentação escolar em Santa Catarina. Colombo enfatizou discordar do modelo atual e garantiu que até o final deste ano a autogestão da alimentação escolar estará funcionando em quatro secretarias de Desenvolvimento Regional e que a meta é chegar a 50%
das SDRs até agosto de 2013.

Na avaliação do deputado Dirceu Dresch, apesar dos sucessivos adiamentos para o fim da terceirização, a reunião foi satisfatória e o governador demonstrou sensibilidade às demandas, assumindo o compromisso de encaminhar as medidas necessárias para que
o Estado participe do Sisan e consolide políticas de segurança alimentar e nutricional.

Fonte: Com informações do Jornal Regional - Santa Catarina